domingo, 29 de janeiro de 2017

Bem vindos ao novo #ValedosDuros.pt

Mais interactivo, responsivo para se adaptar a qualquer formato de ecrã, imagens fortes e conteúdos bem estruturados, é esta a nova plataforma online do Vale dos Duros.


VISITE www.valedosduros.pt

O site do Vale dos Duros está agora estruturado para que o visitante encontre facilmente informação sobre os EVENTOS que iremos promover e organizar, bem como obter informação sobre TURISMO, seja em bicicleta btt, bicicleta de estrada, a caminhar ou mesmo em veículo todo-o-terreno, com sugestões sobre o que VER, FAZER, COMER e DORMIR, tudo através da utilização do GPS.

O tema/menu TURISMO, além do meio usado para ir à descoberta do território, está também organizado por 4 temas principais, “por Vale de Cambra”, “pelas Montanhas Mágicas”, “na Rota da Água e da Pedra”, “pela Ria de Aveiro”. Nesta fase só ainda temos um artigo publicado, “TURISMO – em bicicleta BTT – pela ROTA DA ÁGUA E DA PEDRA, para perceberam a estrutura de publicações, que vão agora ser criadas ao longo do ano. O nosso veículo favorito continua a ser a bicicleta BTT, mas queremos partilhar sugestões para quem utiliza outros meios, aproveitando a experiencia acumulada ao longo de mais de 15 anos de descoberta e contacto com a natureza, na região de Vale de Cambra, dentro e fora de estrada.

No menu O VALE DOS DUROS, ainda em desenvolvimento, podem encontrar informações acerca do Vale dos Duros e contactos, mas também saber mais sobre os “Duros”, um grupo amigos praticantes de btt e adeptos do contacto com a natureza.

VLOG, mais do que textos e fotografias, queremos apostar na criação de vídeos, por forma a tornar os conteúdos do Vale dos Duros mais apelativos e criativos, ajudando assim a promover ainda mais as regiões e parceiros.

Sigam também as nossas redes sociais: Facebook, Youtube, Google+.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

#Gentes e Locais - O Vale dos Duros GPS 2017

No decorrer das filmagem na Serra do Arestal, tivemos o prazer de nos cruzarmos com esta simpática senhora, que no dia 18.MAR.2017 irá estar à espera de ver passar as bicicletas, na aldeia de Souto Mau!


»» Mais do que caminhos de terra, queremos dar a conhecer o nosso território, as nossas aldeias e quem nelas ainda habita.

INSCRIÇÕES A PARTIR DE 1 DE FEVEREIRO

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

#Film Crew - O Vale dos Duros GPS 2017

Mais um dia de filmagens na Serra do Arestal!



Enquanto esperam pela abertura das inscrições, fica aqui um pequeno video realizado na viaturas oficial da equipa de filmagem!!

#OValedosDuros2017
#GPS
#TurismoemBicicletaBtt
#ValedeCambra
#Junqueira
#SerradoArestal
#ORegressoaoTalho

domingo, 8 de janeiro de 2017

#INSCRIÇÕES 1 FEVEREIRO - O Vale dos Duros 2017


#ValedosDuros
#TurismoemBicicletaBTT
#18MAR2017
#SerradoArestal
#oRegressoaoTALHOdeCabanes

INSCRIÇÕES A PARTIR DE FEVEREIRO

Musica: bensound.com

Video e edição: Vale dos Duros

sábado, 31 de dezembro de 2016

Que 2017 seja um ano dos Duros! e traga muitas descobertas em bicicleta btt.


#ValedosDuros
#TurismoemBicicletaBTT
#18MAR2017
#SerradoArestal
#oRegressoaoTALHOdeCabanes

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

A data está marcada! O Vale dos Duros 2017

Podem marcar na agenda!

18.Março.2017, O Vale dos Duros GPS - Turismo em bicicleta btt.



Nesta próxima edição, vamos deixar a Serra da Freita a recuperar do grande incêndio e explorar mais a fundo a SERRA DO ARESTAL, com partida e chegada mesmo no interior do concelho de Vale de Cambra, mais precisamente em JUNQUEIRA.

Descobrir aldeias vivas, plantar uma árvore para assinalar o Dia Internacional das Florestas, fotografar belas paisagens e como não podia deixar de ser, fugas gastronómicas, pois no final têm a oportunidade de "Regressar ao Talho de Cabanes", entre outros tasquinhos e restaurantes.


INSCRIÇÕES A PARTIR DE FEVEREIRO.

#ValedosDuros
#TurismoemBicicletaBTT
#ValedeCambra
#Junqueira
#GPS

domingo, 18 de dezembro de 2016

Feliz Natal e um 2017 dos Duros!


Votos de um Feliz Natal e um 2017 dos Duros!

#ValedosDuros
#Natal
#TurismoemBicicletaBTT
#2017

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

bobike tour exclusive

Já cheira a Natal
e a primeira prendinha para o mini duro Salvador, acabou de chegar da Polisport Bicycle!











Kit Bobike » Cadeira Tour Exclusive e um novo capacete para as voltinhas turísticas com o papá!


#PolisportBicycle
#Bobike
#MiniDuro
#ValedosDuros

Music: http://www.bensound.com

domingo, 14 de agosto de 2016

Luto pela Natureza que se perdeu - Serra da Freita 2016


Os incêndios que afectaram Portugal este Verão, deixaram marcas profundas nas paisagens, nas pessoas e seus bens, nos habitats de muitos animais, na NATUREZA!!

Preto e branco, são agora as "cores" predominantes!!!


Hoje ao pedalar cerca de 50km pelo vale de Cambra e subir à Serra da Freita, imagens como esta foram uma constante.



Todo o voluntariado em prol da natureza e da sustentabilidade dos ecosistemas, todas as iniciativas de reflorestação, Limpar Portugal, etc... continuarão a ser apenas chamadas de atenção e não terão resultados efectivos, enquanto as entidades que governam o nosso país, e mesmo uma boa parte da nossa sociedade actual, não olharem para a NATUREZA como um bem essencial para a SUA VIDA (e de todos os seres do nosso planeta)... meu amigos, é da NATUREZA que nos alimentamos, é nela que respiramos!!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Poço Negro e Túnel - Rio Teixeira

Obrigatório visitar e mergulhar neste local!


O Verão continua com temperaturas altas, ideal para mais uma voltinha pelas Montanhas Mágicas e com direito a foto subaquática! :)

Poço Negro, Rio Teixeira

O Rio Teixeira é um dos cursos de água mais bem preservados da Europa, à semelhança do Rio Paiva (agora bem conhecido pelos Passadiços do Paiva). Locais como o Poço Negro, são uma constante ao longo deste afluente do Rio Vouga, mas este poço em particular, é sem dúvida uma verdadeira piscina natural.





Mais uma vez fomos passear pelas Serras da Freita e Arada, com as bicicletas BTT, partida em Campo de Arca, na freguesia de Arões - Vale de Cambra, para no final ficarmos a almoçar no Restaurante Casa Nova Qualidade.

Antes do mergulho, visitamos as aldeias de Ervedoso, Paraduça e Lomba, todas no concelho de Vale de Cambra, pelo caminho também aproveitamos para ver de perto o crescimento das árvores que ajudamos a plantar na reflorestação do baldio de Paraduça em 2015.



O "Snack-bar" Gruta da Lomba, foi o local de paragem para o reforço, umas minis pretas para hidratar e o típico lanche volante, com batatas fritas, conservas (atum ou sardinhas) e umas sandes de chourição preparadas pelo David "Casula"! :) Estamos prontos para mais uns kilometros...

Uma nota para quem parar neste café: "Há canja de galinha todo o ano!"... :)



Segundo local a visitar, o túnel! Atravessado pela conduta de água da mini hídrica do Rio Teixeira, o acesso de ida e volta, é feito primeiro por um estradão e depois por um caminho estreito, que deve ser percorrido com precaução, pois os declives podem causar vertigens!!

Isto não é só pedalar, também é muito paladar - Parte 2! :)

Restaurante Casa Nova Qualidade, Campo de Arca

As nossas bicicletas são veículos muito gastadores, não andam só com água e barras! Logo o local de partida/chegada, foi escolhido a dedo, junto ao Restaurante Casa Nova Qualidade em Campo de Arca - Arões.


Chegamos bem quentes e esfomeados, mas também com muita sede, problema resolvido com umas minis pretas! :) Para almoço, foi-nos sugerido o prato do dia, que eram barrigas e fêveras, acompanhadas com batata frita e arroz, sem esquece um pouco de salada pra dar um certo colorido ao prato! :)

B&B, bom e barato, cada um de nós pagou 8€ pelo prato, bebidas, café e o digestivo (água ardente)! Muito bem servido e bem confeccionado, mais um local que os Duros vão recomendar! ;)

+FOTOS: https://goo.gl/photos/Tv6XoiCvqJhJCDZH8

terça-feira, 26 de julho de 2016

À procura de água fresca!!

As altas temperatura assim o exigem!


A nossa receita para combater o calor, passa por sair um pouco mais cedo de casa, ou seja pelas 7 horas da manhã, bicicletas btt para evitar o alcatrão quente! e pedalar até à hora de almoço.

A meio ou no final da voltinha, é obrigatório um mergulho num dos rios da região das Montanhas Mágicas, todos de água limpa e cristalina (Rio Caima, Rio Teixeira, Rio Paiva, Rio Paivó, Rio Vouga, entre outros afluentes).



A Serra da Freita é o nosso "quintal", pois o seu planalto fica a pouco mais de 15km de casa, mesmo assim não nos cansamos de ir pedalar para esta serra, desconhecida por muitos até à bem pouco tempo, mas agora e cada vez mais, nota-se que é procurada por muitos ciclistas em geral, seja para a pratica do normal BTT (Cross Country), ciclismo de estrada para superar as imponentes subidas ao nível das melhores da Europa, mas também os Enduristas do BTT têm rumado até à Freita, não faltam trilhos e estradas para todos os gostos, mas claro está, é uma serra para Duros! ;)

Pic Nic a meio da voltinha

Bifes de vitela no final

Mas isto não é só pedalar, pois também temos muito paladar! :) Não há voltinha que não tenha comida pelo meio, no final ou ambos os casos, que até é o mais frequente! :)


Desta vez iniciamos o percurso junto ao Parque de Campismo do Merujal, para no final ficarmos a almoçar no Restaurante Refúgio da Freita, e que bem que se comeu! Fomos muito bem atendidos, bem servidos e como bónus ainda havia "Borradinha" (Água ardente com mel) para ajudar a desgastar os enormes bifes!

Os Duros recomendam pedalar, refrescar-se no rio, petiscar ou almoçar na região das Montanhas Mágicas, vão sentir que revigoraram o corpo e a mente!

+FOTOS: https://goo.gl/photos/dLtaEEbRWM191oT49

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Travessia Transmontana

Travessia Transmontana | 3 dias | 350 km | de 7 a 9 de Outubro'16


A Travessia Transmontana é um passeio autoguiado por GPS aberto à participação de qualquer pessoa com mais de 18 anos de idade que pretenda vir desfrutar durante 3 dias de puro BTT e conhecer uma das regiões mais belas de Portugal. Atravessar o Nordeste transmontano em 3 dias guiados pelo GPS, em 350 km de extensão com 7.700 m de subida acumulada, com marcas da orografia e vegetação matricial, onde se destacam os vestígios da civilização castreja.
 


 Conhecer o Nordeste de Portugal, região de rara beleza natural e rural, a sua gastronomia de sabores tão distintos, onde o porco bísaro e seus fumeiros desafiam o reinado das mesas com outros paladares como o dos nacos das vitelas mirandesa, maronesa ou barrosã. A castanha, a batata, os cogumelos, as cascas sempre bem regados com azeites de excelência são outros dos ex- libris da região, onde o mel e a fruta também ocupam um lugar de destaque.


EU VOU! :)

‪#‎TurismoemBicicletaBTT‬
Pelo desafio de superação, pela descoberta do território, pela prova de novos sabores e gastronomia transmontana... esta aventura vai dar uma excelente crónica no blog do Vale dos Duros!


Na mochila além da ferramenta para a bicicleta, vai ser obrigatório levar a GoPro e a Canon Portugal dSLR, pois não vão faltar motivos para fotografar!

‪#‎Percurso‬
Bragança - Macedo de Cavaleiros - Mirandela - Murça - Vila pouca de Aguiar - Vila Real - Mondim de Bastos - Amarante

Info e inscrições:
http://www.travessiatransmontana.pt/

Evento no facebook:
https://www.facebook.com/events/249703158701606/

‪#‎ValedosDuros‬ ‪#‎TravessiaTransmontana‬ ‪#‎BAT‬

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Mobilidade urbana sustentável, usando a bicicleta

Cidade em festa, ruas condicionadas ao trânsito, a bicicleta foi a escolha certa!


Mobilidade urbana sustentável
Hoje em dia fala-se muito na mobilidade sustentável nas cidades e do uso da bicicleta como a alternativa ao automóvel, mas não é a única, o bom senso está em saber escolher o modo de deslocação adequado ao trajecto que vamos fazer, ir a pé, de bicicleta, em transporte colectivo, mas também no automóvel particular, pois também depende das circunstâncias e factores da nossa deslocação e da cidade em onde nos encontramos.

Mobilidade e bem estar
No que respeita ao uso da bicicleta nas cidades, é sem duvida uma boa opção como transporte individual, pois é sustentável, é ecológico e ainda tem o bónus de ser saudável pelo exercício que fazemos.

Escolher a bicicleta certa
Falando da escolha da bicicleta para meio de transporte individual, é importante saber escolher o modelo/tipo de bicicleta mais adequado às características da nossa cidade de residência, para que assim tenhamos uma boa experiência de mobilidade suave!

Exemplo: Numa cidade com algumas subidas, usar uma bicicleta "single-speed", certamente não irá ser a opção mais correcta, já as novas "e-bikes" de certo irão proporcionar uma boa experiência de mobilidade suave.

B'twin Polivalente Original 500



A minha escolha foi para uma bicicleta polivalente, com um quadro em alumínio para ser mais leve, roda 28 para maior estabilidade, uma transmissão semelhante às bicicletas btt para facilitar a progressão nas subidas, suspensão frontal para obter maior conforto ao circular em estradas mais fracas, avanço ajustável para poder adaptar ao estilo de condução de quem usar a bicicleta (eu ou a Maria).


Outra vantagem deste modelo de bicicleta, é a facilidade de adaptar acessórios extra, como foi o caso da cadeira de transporte (fixação frontal, modelo Guppy Mini da Polisport) para o mini duro Salvador e o porta bagagens, onde adaptei um alforge que é suficiente para levar um casaco, guardar o capacete e ainda dá para trazer o pão da padaria.

Assim que houver disponibilidade, também tenho intenção de testar a bicicleta numa volta de ciclo turismo (+-100 km), por forma a avaliar o seu potencial para viagens de longa distância!

#ValedosDuros #ValedeCambra #CompromissopelaBicicleta